quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Quer o Cajado de Moisés? Paga 10!


Estes dias estamos sendo mais uma vez assolados por inúmeras denúncias de corrupções, atos secretos, enriquecimentos ilícitos e tantas outras notícias que, infelizmente estão se tornando corriqueiras no nosso país.
O que realmete chocou a opinião pública foi a denúncia de Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus por desvio de dinheiro dos fiéis para enriquecimento próprio. Em uma das gravações,ele até "fundamenta biblicamente" como extorquir dinheiro de seus fiéis:
"- Então, Moisés foi lá, com o cajado dele, com aquele mesmo cajado que ele tinha aberto as águas do Mar Vermelho, visto tantos milagres, ele chegou e perguntou: ‘por acaso pode dessa rocha sair água?’. Ele tocou na rocha assim. Quando ele tocou na rocha, saiu água.
- Por acaso, né?”
- Por acaso!”
- Aí, eu pergunto assim: quem é que gostaria de ter o cajado de Moisés? Aí o povo: `eeeuuu!’. Pois você tem, agora é só você usar o seu cajado.
- Dez mil, traz aqui.
- Entendeu como é que é? É a fé!"
Não é novidade para ninguém a forma como os bispos da Universal convencem seus fiéis a contribuirem com as causas da Igreja, não é novo também as suspeitas sobre Edir Macedo. Mas é escandaloso a forma como se usurpa da boa vontade das pessoas, da fé daqueles que ainda crêem em Deus e na salvação. Em um mundo marcado por tantas faucatruas na política, nos meios de comunicação, na polícia, a única coisa que ainda parece nos confortar é a fé. Por isso é inadimissível que alguém, quem quer que seja, faça mau uso deste imenso dom!
Não, senhor Edir Macedo, o "cajado de Moisés", "o manto de de Elias", "o sabonete do sangue de Cristo", entre outras coisas que se costuma vender na sua igreja, na verdade não estão a venda, pois a Salvação, a fé, os milagres são dons gratuitos do Amor que Deus tem por cada um desses pequeninos que por vezes desesperados, batem à porta da sua e de tantas outras igrejas (sérias ou não) que estão espalhadas pelo mundo com uma única missão: levar a paz ao coração de homens e mulheres cansados de tantos mesalões. atos secretos, impunidades...

2 comentários:

Vanderlúcio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vanderlúcio disse...

Realmente Tobias, é um absurdo esses produtos que são vendidos em nome da fé. Aproveitam-se da boa fé das pessoas, de seu estado emocional fragilizado, enfim...atraem o povo justamente pelas conscupiscências. Grande abraço e continue.