sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

A pior estratégia de Marketing da TV brasileira!



O cenário não poderia ser mais adequado: Horário Nobre da TV, audiência alcançando o monte Everest, uma ação de merchandising de uma das maiores empresas do ramo de bebidas do país. Qualquer estudante de marketing ou profissional de publicidade poderia definir este como o momento ideal para atingir todos os objetivos possíveis de merchan que uma organização possa conceber.

Mas, ao invés disso, o que presenciamos nesta última quinta-feira 13, foi digno das produções estreadas pelo astro da comédia americana, Jim Carrey. Tudo deu errado! O mais aterrador não foi o fato de a produção do BBB 11 ter se embananado inteira com a estrutura que fazia correr a garrafa gigante de Guaraná. Se não bastasse esse despreparo até compreensível, a cena que segue é que transformou o momento em uma tragédial global: a participante do programa apelidada carinhosamente pelos twitteiros imperdoáveis de "Paulinha Jabulani" (não pergunte o motivo!)tenta desesperadamente se agarrar à embalagem gigante de refri e tomba como uma jaca por diversas vezes, levando os telespectadores às gargalhadas.



A twittada começou em seguida. Pouco tempo depois as palavras Guaraná Antraticta já erm as mais comentadas no país! Caramba! que jogada de maketing incrível! Lamento informar aos acionistas da empresa respeitosamente citada que os coments não eram, digamos, muito agradáveis à imagem da marca. Leia alguns e tire suas conclusões:

"A Record agradece e o o Kuat também!"
"Paula jabulani + #provaGuarana + Queda = ataque de risos na minha casa!"
"O #BBB já teve dias melhores #Guarana"
"#PaulaJabulani, a garota propaganda do #Guarana"
"Nunca mais bebo #Guaraná"

Isso sem falar nas palavras "carinhosas" que os outros participantes do infame Reality proferiam contra a pobre garrafa patrocinadora do programa: "Chuta essa P#$%* Car%&*@#!!!!"

Enfim... Eu pensaria duas vezes antes de gastar milhares de reais e associar a marca de uma empresa consolidada no mercado com a imagem de um programa apelativo, onde vale tudo para ganhar dinheiro. Quem brinca com fogo...

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Ele precisa jogar futebol?




Nestes últimos dias fomos surpreendidos por uma espécie de corrida maluca de vários clubes do futebol brasileiro querendo contratar o craque Ronaldinho gaúcho, ex-Milan e agora camisa 10 do Flamengo. No que foi batizado pela mídia de "Passione do futebol", muita coisa aconteceu: clubes e torcedores magoados, ofertas milionárias vindo à tona e muita, muita confusão.

Mas afinal, o que está acontecendo com o futebol? Neste episódio, mais do que a contratação de um bom jogador, o que vemos é em que o esporte se transformou: uma fábrica de ganhar e fazer dinheiro. Um jogo de interesses tão grande capaz de movimentar valores exorbitantes.. E olha que não estamos falando de clubes europeus, que quando querem arrancar uma jovem promessa do futebol dos países do terceiro mundo, desembolsam muito mais do que o Flamengo está pagando pelo Gaúcho dentuço.



Mas afinal, e se o Ronaldinho não jogar bola? Vale a pena tanto investimento por um jogador em fim de carreira? Os números e exemplos podem falar por si mesmo: em 1995 o Fla conseguiu tirar o baixinho Romário do onipotente Barcelona e o retorno foi imediato. O Corinthians lucra milhões com a imagem e venda de produtos do Ronaldo ( que já deixou de ser fenômeno de futebol, mas continua um fenômeno de marketing). O próprio Flamengo, ao repatriar o Imperador Adriano, conquistou, após 17 anos mais um campeonato brasileiro e encheu seus cofres e o da patrocinadora Olimpikus com a venda de camisas

Esses nomes, geralmente vêm acompanhados de uma certa dose de escândalos, farrinhas, mulheres e umas gordurinhas localizadas a mais, além do peso da idade.. Mas mesmo com todos esses, digamos, complementos, ainda é muito rentável ter um grande nome como R10 no seu plantel. Mesmo que, como no caso do outro Ronaldo, o fenômeno, ele nem precise jogar bola...

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Ele se foi...O que faremos?

A linha de ônibus mais famosa de Fortaleza foi extinta. Aqui vai nossa homenagem a este que já serviu a tantos cidadãos nesta cidade. A você que nunca andou de Paranjana (que sorte!), contemple neste vídeo todas as emoções de uma fantástica viagem pela cidade de Fortaleza.
Àqueles que diariamente entravam nesta nave espacial dos terminais, fica a saudade de uma última viagem...